Safira natural

A Safira é produzida principalmente no Sri Lanka. Outros produtores são Myanmar, Tailândia, Vietnam, Turquestão, Índia, Quênia, Tanzânia, Estados Unidos e Austrália. As melhores safiras vêm da Caxemira (Índia), da vila de Soomjam, Ótimas gemas vêm de Myanmar (Ratnapura) e as maiores, da Austrália. É rara no Brasil, existindo no Mato Grosso, Goiás, Santa Catarina e Minas Gerais. O maior centro de lapidação é a Índia. A safira situa-se entre as gemas mais valiosas, embora já tenha havido época em que era usada apenas em mecanismos de relógio. A variação azul-escura com tons de violeta é a mais valiosa de todas. A maior safira já encontrada tinha mais de 200 g no estado bruto e foi achada em Ratnapura, Myanmar (antiga Birmânia). Das gemas lapidadas, a maior de todas é a "Estrela da Índia", com 575 ct (ou 563 ct, segundo outras fontes), que está no Museu Americano de História Natural de Nova Iorque. A "Logan" tem 424 ct e cor azul. A "Estrela da Ásia", de 330 ct, está também nos Estados Unidos, na Smithsonian Institution (Washington). É também famosa a safira "Ruspoli", de 135,8 ct. O anel de casamento de Lady Diana Spencer com Carlos, Príncipe de Gales era um anel de safira, veja uma réplica em nossa loja: http://www.flaviocrestana.com.br/anel-princesa-kate-safira-sintetica-e-zirconias-prata-925-e-banho-de-rodio-fabricacao-propria-11047901.html

Itens 1 para 39 de 45 total

Direção Descendente

Itens 1 para 39 de 45 total

Direção Descendente
Comparar Produtos (0)

Nada para comparar.